INVENTÁRIO E ANÁLISE DA ARBORIZAÇÃO DE VIAS PÚBLICAS DE MARINGÁ-PR

André Cesar Furlaneto Sampaio, Bruno Luiz Domingos De Angelis

Resumo


A cidade de Maringá tem na sua arborização de vias públicas um bem muito valioso, que contribui significativamente para boa qualidade de vida da cidade e outros fatores, porém a qualidade desta arborização vem decrescendo a cada ano. Atualmente o gerenciamento destas árvores apresenta vários problemas e dentre os principais podemos contar a infraestrutura pequena e insuficiente, e dados para um manejo e planejamento desatualizados. Esta pesquisa pretende colaborar com a melhora do planejamento da arborização de vias públicas com uma análise geral da arborização urbana de Maringá. Dessa forma elaborouse um levantamento censitário em 72,55% da área da malha urbana do município. A análise dos dados identificaram 113 espécies de porte arbóreo, em 93.261 árvores cadastradas, sendo que, 35,52% foram cadastradas como em condições gerais ruins (danos físicos, doenças e pragas). Uma freqüência alta de ocorrência, na ordem de 39,21% da espécie Caesalpinea peltophoroides Benth. (Sibipiruna) foi observado, o que é considerado grave, sobretudo por facilitar disseminação de doenças e pragas. A área verde das árvores de vias públicas correspondeu a 25,24/m2/hab. Os dados demonstram que novas diretrizes e um novo planejamento devem ser pensados com urgência para que essa exuberante arborização não continue seu declínio.


Palavras-chave


arborização urbana, censo, manejo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v3i2.66342

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.