MAPEAMENTO E QUANTIFICAÇÃO DA COBERTURA VEGETAL EM ÁREAS PERIFÉRICAS NA CIDADE DE PARAGOMINAS - PA

Lucimar Costa Pereira, Maycon Viana Balbino, Nayara do Socorro Nascimento Farias, Lorena Saraiva Viana, Maria Renata da Rocha Xavier, Denison Lima Correa, Tulio Marcus Lima da Silva

Resumo


Um importante mecanismo envolvido no avanço da urbanização é a substituição de áreas de vegetação por equipamentos urbanos, ação que se torna mais crítica nas periferias, onde a execução do planejamento urbano e a manutenção das condições de conforto e qualidade ambiental tendem a ser mais deficientes. Dado isto, esta pesquisa objetivou aplicar a técnica de uso de drone para mapear e quantificar a cobertura vegetal em três loteamentos periféricos localizados na cidade Paragominas-PA, de modo a avaliar a proporção de cobertura vegetal em cada um, determinar o Índice de Cobertura Vegetal por Habitante (ICVH) para cada loteamento e analisar a distribuição espacial desta vegetação. Para tanto, realizou-se um levantamento aéreo de imagens com utilização de drone, a serem posteriormente processadas para extração da máscara de cobertura vegetal nos softwares Agisoft Photo Scan e ArcMap 10.1. Foram verificados percentuais e índices de cobertura vegetal por habitante de 13,26% e 5,05 m2/hab para o loteamento Laércio Cabeline, 8,16% e 3,30 m2/hab para o Jardim Atlântico e 5,57% e 10,28 m2/hab para o loteamento Ouro Preto.  Observou-se também que a maior parte da vegetação presente nas áreas em estudo fica localizada em quintais, distribuídos por todo o espaço mapeado. O Uso do drone possibilitou um levantamento satisfatório da cobertura vegetal. 


Palavras-chave


Drone; Loteamentos; Vegetação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v14i1.65254

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.