ANÁLISE DOS PRINCIPAIS CONFLITOS E ESPÉCIES INADEQUADAS PRESENTES NA ARBORIZAÇÃO VIÁRIA NA REGIÃO CENTRAL DO MUNICÍPIO DE IMPERATRIZ (MA)

Raygo Viana da Silva, Dalton Henrique Angelo, Adriano Araujo Arruda, Wilson Araujo da Silva

Resumo


O objetivo do presente trabalho foi avaliar os principais conflitos e espécies inadequadas presentes na arborização urbana da cidade de Imperatriz, a fim de contribuir como ferramenta de gestão para tomada de decisão no planejamento da introdução de espécies vegetais na malha urbana. Com isso, foi realizado um inventário censitário quantitativo da Zona Central e Zona Residencial Central do município de Imperatriz-MA, no qual se coletou informações dos indivíduos arbóreo-arbustivos e da situação do local em que foram implantados. Como resultado, verificou-se que a maioria dos indivíduos se concentra em poucas espécies e foram implantados sem nenhum conhecimento técnico, além de não estarem adequados com a infraestrutura. Constatou-se ainda, que 877 árvores estão em conflitos com a infraestrutura, sendo os mais frequentes os conflitos com imóveis, postes e garagem, geralmente associados às espécies Licania tomentosa Benth. (Fritsch) e Azadirachta indica A. Juss. Recomenda-se o não uso das espécies Licania tomentosa Benth., Azadirachta indica A. Juss., Mangifera indica L., Ficus benjamina L. e Terminalia catappa L. devido a concentração dos indivíduos dessas espécies está acima do satisfatório  e por gerar conflitos  com a infraestrutura urbana.


Palavras-chave


Levantamento florístico; Planejamento; Elementos urbanos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v13i2.63656

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.