INVENTÁRIO E ANÁLISE DA ARBORIZAÇÃO NAS CALÇADAS DA REGIÃO CENTRAL DE GURUPI-TO

Dário Rabêlo, Romualdo Júlio Cavalcante Wanderley, André Ferreira dos Santos, Marcos Giongo, Patrícia Aparecida de Souza

Resumo


O trabalho teve como objetivo analisar a arborização nas calçadas no centro da cidade de Gurupi-TO. Foi feito um inventário, no qual se usou o procedimento de amostragem sistemática para determinação das amostras. Localizou-se dessa forma, 33 unidades amostrais, correspondendo a uma intensidade amostral de 11,22% da área de estudo, composta de aproximadamente 294 quadras. Foram inventariados 370 indivíduos pertencentes a 33 espécies, sendo que sete delas são responsáveis por mais de 82% da arborização nas calçadas. Dentre estas, Licania tomentosa (Benth.) Fritsch (oiti) representou quase 58% dos exemplares. Constatou-se nos indivíduos: mais de 71% com altura menor ou igual a seis metros; mais de 72% com primeira bifurcação abaixo de 1,80 m de altura; cerca de 68% com diâmetro igual ou maior que 21 cm; cerca de 33% danificando as calçadas; quase 53% em calçadas sem redes aéreas de distribuição; e mais de 91% em situações boa e satisfatória, e apenas 0,27% foram encontrados mortos. É de suma importância o planejamento adequado da arborização na cidade, pois o mesmo contribui para minimizar os conflitos com o sistema estrutural do local, bem como para redução de transtorno à população.


Palavras-chave


Levantamento quali-quantitativo; Quadra; Vias públicas; Planejamento urbano.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v12i4.63606

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.