ANALISE QUALI-QUANTITATIVA DO EPIFITISMO NA ARBORIZAÇÃO DE PARANÁ DO OESTE E SUAS INTERAÇÕES

Jhonny Ângelo Barbieri, Francisco Ferreira Martins Neto, Yara Campos Miranda, Rafael de Oliveira Bailão, João Gabriel da Costa Bertoli, Antônio dos Santos Filho, Marcelo Galeazzi Caxambu

Resumo


As epífitas são plantas que utilizam o substrato arbóreo como apoio, sendo consideradas bioindicadoras da qualidade ambiental, podendo modificar sua estrutura e abundância de acordo com a presença de qualquer alteração antrópica. Este trabalho tem como objetivo realizar um censo da arborização viária e analisar a relação entre o epifitismo e as árvores das espécies Ligustrum lucidum (Oleaceae) e Handroanthus heptaphyllus (Bignoniaceae) em Paraná do Oeste, distrito do município de Moreira Sales. As amostras coletadas foram identificadas no Herbário da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Campo Mourão (HCF). Para testar a afinidade das espécies por um determinado tipo de substrato, foi utilizado o método do valor indicador (IndVal). Foram identificados 518 indivíduos arbóreos no município, sendo 10 indivíduos da espécie H. heptaphyllus e 219 de L. lucidum representando, respectivamente, 1,9% e 42,3%. Encontrou-se também 16 espécies de epífitas, destacando-se as famílias Bromeliaceae, Orchidaceae e Polypodiaceae. Deste total, 38 indivíduos estavam dispostos no substrato H. heptaphyllus e 127 indivíduos no substrato L. lucidum. O índice de afinidade proposto apontou afinidade de 80% entre Pleopeltis pleopeltifolia (Polypodiaceae) e o substrato L. lucidum, enquanto Dendrobium nobile (Orchidaceae) apresentou 35% de afinidade com o substrato H. heptaphyllus


Palavras-chave


Exótica invasora; Epífitas vasculares; Bray-Curtis.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v12i3.63553

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.