AVALIAÇÃO DAS ESPÉCIES VEGETAIS UTILIZADAS NA ARBORIZAÇÃO EM CANTEIROS E PRAÇAS DE TUPARETAMA, PERNAMBUCO, NORDESTE DO BRASIL

Rafael Francisco Lopes Silva, Jacyelle de Souza Rodrigues, Maria de Fátima de Araújo Lucena

Resumo


O aumento expressivo da expansão urbana traz consigo a preocupação em arborizar os espaços públicos, buscando respostas estéticas positivas para o ambiente e uma melhor qualidade de vida para a população. Este trabalho objetivou realizar uma avaliação das espécies vegetais utilizadas na arborização dos canteiros e praças do município de Tuparetama, Pernambuco. Foram percorridos aproximadamente 330m de canteiros e 7.900m² de praças deste município, a fim de identificar as espécies vegetais arbustivas e arbóreas, ao tempo que contabilizava-se seus indivíduos. O material florido e/ou frutificado foi coletado e depositado no acervo do Herbário CSTR da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e a identificação dos táxons foi feita através de literatura especializada. Foi avaliada a diversidade das espécies por meio do índice de diversidade de Shannon-Wiener e a frequência relativa das mesmas. Foram identificadas 40 espécies, distribuídas em 36 gêneros e 24 famílias. As famílias mais representativas foram Apocynaceae, Arecaceae e Fabaceae. O hábito arbustivo superou o arbóreo quanto à riqueza e frequência, assim como as espécies exóticas sobre as nativas. O índice de diversidade foi positivo, porém, o fato da prevalência de espécies exóticas é preocupante.


Palavras-chave


Levantamento florístico; Flora urbana; Semiárido; Planejamento urbano

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v12i1.63514

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.