ARBORIZAÇÃO VIÁRIA CONFLITUOSA COM A REDE ELÉTRICA NA REGIÃO OESTE DE BELO HORIZONTE - MG

Altamir Fernandes Oliveira, Gabriel Assis Pereira, Edinilson Santos, Keilla Daiane Silva Oliveira, Raquel Souza Pompermayer, Silvério José Coelho, José Aldo Alves Pereira

Resumo


O manejo entre árvores e redes elétricas é de grande interesse, pois lida com benefícios inegáveis à população e ao meio ambiente. Sendo assim, este trabalho avaliou de forma quali-quantitativa o inventário-censo de árvores conflituosas com a rede elétrica da Região Oeste de Belo Horizonte, Minas Gerais. Verificou-se que das 10.337 árvores que ocupam espaço potencialmente conflitante com a fiação, 52,76% estão entre as dez espécies mais frequentes, como Caesalpinia peltophoroides Benth. (sibipiruna), Murraya exotica L. (murta), Tibouchina granulosa (Desr.) Cogn. (quaresmeira) e Ligustrum japonicum Thunb. (alfeneiro), tendo, ainda, apresentado problemas sanitários significativos nas análises de raiz, base, tronco e copa das árvores. A ausência de espaço para o desenvolvimento das espécies, as lesões de tronco e de copa foram expressivas, separando-as em um grupo à parte na análise de agrupamento UPGMA (R²=0,9658). No entanto, apresentaram algum tipo de incompatibilidade as espécies Terminalia catappa L. (sete-copas), Lagerstroemia speciosa L. Pers. (escumilha-africana), Tabebuia heterophylla (DC.) Britton (ipê-rosado) e Bauhinia variegata L. (pata-de-vaca). As instituições responsáveis pelo manejo da arborização urbana devem priorizar as espécies que ocorrem em maior número e que apresentam os problemas de compatibilidade e sanitários, pois juntas, correspondem a uma grande parcela da população estudada.


Palavras-chave


Árvores; Energia elétrica; Manejo integrado

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v11i2.63415

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.