INFLUÊNCIA DE ESPÉCIES ARBÓREAS NO MICROCLIMA E CONFORTO TÉRMICO DE SEU ENTORNO IMEDIATO SOB CONDIÇÕES CLIMÁTICAS DO CERRADO GOIANO

Regis de Castro Ferreira, Carla Rosana Azambuja Herrmann

Resumo


Avaliou-se a influência do sombreamento pelas espécies arbóreas Lophantera lactescens Ducke (lanterneiro ou chuva de ouro), Caesalpinia pluviosa var. peltophoroides (Benth.) G. P. Lewis (sibipiruna), Sapindus saponaria L. (saboneteira) e Stryphnodendron adstringens Mart (Coville) (barbatimão) sobre a Temperatura de Bulbo Seco (TBS), Carga Térmica Radiante (CTR), Umidade Relativa do Ar (UR) e do conforto térmico sob condições climáticas de Goiânia-GO. Quantificou-se a atenuação das variáveis pelo cálculo percentual da variação relativa dos dados à sombra, a5 m e a10 m em relação aos valores a15 m (pleno sol). Os resultados mostraram os efeitos positivos na atenuação da TBS, da CTR e nos incrementos da UR e do conforto térmico. Os melhores resultados para a atenuação da TBS foram obtidos pela sibipiruna e o barbatimão com médias de atenuações entre 5% e 10% A saboneteira e a sibipiruna obtiveram incrementos superiores a 30% na UR e a sibipiruna promoveu atenuações da CTR à sombra na ordem de 15%. A comparação dos resultados obtidos em campo com o critério de conforto adotado demonstrou a influência positiva das espécies arbóreas estudadas na melhoria do microclima do seu entorno imediato.


Palavras-chave


Arborização Urbana; Sombreamento; Planejamento Urbano; Ambiência.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v11i1.63412

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.