ANÁLISE DA COBERTURA ARBÓREA DAS PRAÇAS DE CURITIBA – PR

Valdir Humbeto Carcereri, Daniela Biondi, Antonio Carlos Batista

Resumo


As praças são logradouros públicos inseridos na malha urbana, destinadas ao lazer, recreação, contemplação e convívio com a natureza. Elas são uma das tipologias de áreas verdes mais importantes em Curitiba. O presente estudo objetivou analisar a cobertura arbórea das praças de Curitiba - PR, com o intuito de verificar se elas apresentam os índices mínimos de cobertura recomendados. Foram sorteadas 33 unidades amostrais (praças) numa população de 340 unidades, com dimensões a partir de 2.250 m², representando 9,70% das praças de Curitiba e perfazendo área total de 217.855,13 m². A coleta das variáveis aconteceu entre agosto e dezembro de 2012. A área total de cobertura das copas foi de 45.956,55 m², sendo que a praça Abílio de Abreu apresentou a maior cobertura com 5.151,35 m². Apenas sete praças apresentaram índices de cobertura arbórea aceitáveis, representando 21,21%, as outras 26 praças demonstraram índices de cobertura abaixo de 50% e representaram 78,79% do total amostrado.


Palavras-chave


Áreas verdes; Inventário arbóreo; Espaços públicos, Silvicultura urbana

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v11i2.63411

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.