ANÁLISE MORFOLÓGICA DE ESPÉCIES DA ARBORIZAÇÂO DE RUAS DE CURITIBA-PR E A INFESTAÇÃO POR ERVA-DE-PASSARINHO

Cristina Sulevis, Daniela Biondi Batista

Resumo


O objetivo geral deste trabalho foi avaliar a infestação das árvores de ruas por ervas-depassarinho e analisar as características morfológicas arbóreas. A pesquisa foi desenvolvida em uma amostragem da arborização de ruas em 6 bairros na cidade de Curitiba-PR. Além da percentagem de ocorrência de erva-de-passarinho nas árvores de ruas, foram analisadas as características morfológicas das espécies arbóreas com maior ou nenhuma ocorrência da mesma. Nas 1926 árvores das 6 amostras analisadas, 25,8% apresentaram infestação com erva-de-passarinho. Lagerstroemia indica L. e Tipuana tipu (Benth.) Kuntze foram as espécies que apresentaram maior ocorrência de erva-de-passarinho com 22,5% e 20,9% do total de indivíduos infestados. Nenhuma ocorrência de ervas-de-passarinho foi verificada em Handroanthus chrysotrichus (Mart. ex A.DC.) Mattos e Lafoensia pacari A. St.-Hil. Das quatro espécies analisadas, 50% são exóticas; 75% são de casca áspera; 75% são caducifólias; 75% são de copa globosa e densifoliada e 100% são de médio a grande porte. Verificou-se que as características como superfície de casca, hábito, forma e densidade da copa e altura não diferem entre ás árvores susceptíveis ou não ao parasitismo. A característica densidade da madeira pode representar um fator limitante à ocorrência de erva-de-passarinho, porém há a necessidade de estudos mais aprofundados.


Palavras-chave


Hemiparasita; Tipuana; Extremosa; Dedaleiro, Densidade da madeira

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v9i2.63111

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.