ANÁLISE DA ARBORIZAÇÃO DE PRAÇAS DO MUNICÍPIO DE NOSSA SENHORA DO SOCORRO – SE

Janisson Batista de Jesus, Raimundo Renato Valença Junior, Anabel Aparecida de Mello, Robério Anastácio Ferreira

Resumo


A cidade é um espaço territorial complexo e dinâmico que compreende vários processos relacionados à urbanização, resultando na redução de suas áreas verdes. Neste contexto, as praças tornam-se uma das melhores opções na tentativa de proporcionar um equilíbrio entre a natureza e as cidades. A pesquisa foi realizada com o objetivo de analisar a composição florística e a estrutura fitossociológica da vegetação arbórea das principais praças do município de Nossa Senhora do Socorro-SE, visando contribuir com mais informações para um adequado planejamento e gestão destes ambientes. Para a realização da análise da vegetação foi realizado um censo em 21 praças do município. O reconhecimento das espécies arbóreas foi realizado por meio da coleta de material botânico, confecção de exsicatas e consultas à literatura especializada. Para a análise dos parâmetros fitossociológicos foram coletadas informações de diâmetro à altura do peito (DAP), medido a 1,30 m de altura do solo, e altura total de cada indivíduo, dados estes processados no software Mata Nativa 2. Foi cadastrado um total de 271 indivíduos pertencentes a 17 espécies, distribuídas em 12 famílias botânicas e em 17 gêneros. Do total de espécies encontradas, 70,5 % são exóticas e 29,5 % são nativas.


Palavras-chave


Planejamento urbano; Áreas verdes; Espécies florestais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v10i2.63084

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.