ANÁLISE MERCADOLÓGICA DO SEGMENTO PET: ESTUDO DE CASO UTILIZANDO APRENDIZADO DE MÁQUINA

Gabriela Oliveira Fonseca, Rafael Medeiros Hespanhol, Danillo Roberto Pereira

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo analisar a aplicação do Aprendizado de Máquina nas vendas anuais de um pet shop, com o objetivo de reconhecer os padrões na descrição das mesmas, como data, tipo de produto, cliente e valor de venda. Objetivou-se, com o desenvolvimento desta pesquisa, desenvolver uma análise estratégica para melhor posicionar a empresa perante a disponibilidade de produtos e para utilizá-la como ferramenta de alcance de novos clientes. Para este objetivo, a pesquisa contou com os dados coletados de acordo com a aplicação de um software de planejamento de recursos da empresa (ERP) e por pesquisa documental, para o conhecimento do cenário do setor e para o entendimento do ferramental. Foi sugerido o uso das metodologias Floresta de Caminhos Ótimos (OPF) e K-means para entendimento dos agrupamentos de uma grande quantidade de dados que demonstrassem relação. A quantificação ocorreu com os dados de vendas, diferenciados quanto ao sexo dos clientes, o produto comprado com a respectiva quantidade e o dia de sua comercialização. O trabalho de pesquisa teve a intenção de correlacionar os dados das vendas para auxiliar nas decisões de reabastecimento dos produtos da loja, assim como, o reconhecimento dos padrões de visitas e comportamento dos clientes, para prever quais produtos e qual a quantidade deles que podem ser procurados no mês seguinte, além de arriscar a época em que o cliente poderá retornar para consumi-lo novamente. Por fim, testou-se a execução do OPF e do K-means como ferramentas de gestão empresarial estratégicas em um pet shop sem ter a necessidade de um gerenciamento de estoques e previsão de vendas. Como resultado, foram identificadas as categorias dos produtos que mais são vendidos, a dispersão das vendas nos meses em estudo, as mulheres como maiores clientes não considerando os clientes não cadastrados, os tipos de produtos que compensam ser vendidos separadamente, e foi demonstrado, através da aplicação do OPF que os medicamentos e vacinas são vendidos para atendimento de diferentes classes sociais que frequentam a loja. Entretanto, a aplicação do K-means resultou em limitações quanto ao reconhecimento de padrões.

Palavras-chave


Pesquisa Operacional; Aprendizado de Máquina; Inteligência Artificial; Floresta de Caminhos Ótimos; Gestão Empresarial; Pet shop; Mercado Pet; Compra; Venda; Comércio

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/relainep.v5i8.56495

Direitos autorais 2017 Revista Latino-Americana de Inovação e Engenharia de Produção

https://licensebuttons.net/l/by-nd/3.0/88x31.png

Este periódico está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional

Rev. Lat.-Am. Inov. Eng. Prod. [ReLAInEP], Curitiba (PR), Brasil

ISSN: 2317-4846 (Versão impressa)

ISSN-e: 2317-6792 (Versão online)