A PERSPECTIVA DO ENVELHECER PARA O SER IDOSO E SUA FAMÍLIA

Veridiana Bohns Duarte, Maria da Glória Santana, Marilú Corrêa Soares, Denise Gamio Dias, Maíra Buss Thofern

Resumo


O presente trabalho é fruto de vivências pessoais somadas à necessidade sentida de dar voz aos idosos e familiares sobre o que significa a sua própria velhice, motivada pelo desejo de ampliar a compreensão. Trata-se de um estudo qualitativo, descritivo e exploratório, tendo como sujeitos onze idosos residentes em um bairro de Pelotas para os quais se adotou a entrevista semi-estruturada, como instrumento de pesquisa. Os resultados emergidos dos dados demonstraram que os idosos, em sua maioria, não refletem ou planejam sua velhice, percebendo-a a partir do momento em que as manifestações cotidianas se tornam visíveis e aparentes. Durante a pesquisa evidenciaram-se as comparações marcantes entre o termo velho como inutilidade, solidão e falta de objetivos de vida e a palavra idoso, como respeito e amadurecimento. Consideramos o estudo uma oportunidade positiva de reflexão sobre a vida da pessoa idosa e sua família.


Palavras-chave


idoso; família; sociedade; aged; family; society; anciano; familia; sociedad

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/fsd.v7i1.8052

Família, Saúde e Desenvolvimento. ISSN: 1517-6533