JOGO DE IMAGENS NA PÁGINA 2: ESTUDO PRELIMINAR DA LAVA JATO NOS EDITORIAIS DA GAZETA DO POVO

Ester Athanásio

Resumo


O artigo analisa, de maneira preliminar, a imagem pública da Operação Lava Jato nos editoriais da Gazeta do Povo, principal jornal do Paraná, a fim de identificar o discurso construído pelo principal jornal da cidade-sede da Operação, tendo como hipótese principal a ideia de que o jornal paranaense apoia e engrandece a Lava Jato e seus aliados, o que responde à sua linha editorial e também à expressividade que uma operação vinculada à área de atuação da Gazeta do Povo conquistou. Recorre-se à literatura sobre imagem pública política e teoria do jornalismo, já que o objeto é analisado a partir de material jornalístico. Ressaltam-se, portanto, as distinções dentre jornalismo informativo e opinativo, conferindo caráter privilegiado ao texto editorial – responsável pelo posicionamento oficial do veículo acerca da agenda pública. Tal texto contribui, enquanto ícone de visibilidade pública, para a construção da imagem de atores políticos ali expostos e é fundamental na formação da imagem pública do próprio veículo de comunicação. O corpus é composto de 10 editoriais de março a junho de 2016, submetidos à Análise do Discurso Francesa, por meio da qual foram identificadas as principais formações discursivas produzidas pelos editoriais jornalísticos. Conclui-se que há uma defesa convicta da Lava Jato, exibida como “implacável” trabalho de “limpeza ética” e “ruptura” política, o que confirma a hipótese de pesquisa apresentada.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/recp.v8i1.51570