Governo FHC e Estratégia de Parceria: retomando a análise crítica do Programa Comunidade Solidária

Oleg Abramov

Resumo


O texto objetiva retomar, segundo uma perspectiva crítica, a analise da estratégia de parceria desenvolvida no âmbito da agenda social do governo Fernando Henrique Cardoso. O aporte teórico empregado deriva do neoinstitucionalismo histórico e o foco se concentra no desenho, pressupostos, intenções verdadeiras, efeitos concretos e trajetória do Programa Comunidade Solidária. Através dele, objetivava-se introduzir uma modalidade de política pública adequada aos imperativos da ortodoxia macroeconômica imperante à época e estimular uma nova modalidade de intervenção social de perfil caritativa. Demonstra-se que o Programa produziu impacto insuficiente nos dilemas que pretendia enfrenta o que acarretou sua superação.


Palavras-chave


Governo FHC; Programa Comunidade Solidária; Terceiro Setor

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/recp.v7i2.48537