A COBERTURA JORNALÍSTICA EM MÍDIAS LEGISLATIVAS: UM ESTUDO SOBRE A AGÊNCIA CÂMARA

Leidyanne Viana Nogueira, Francisco Paulo Jamil Marques

Resumo


O artigo investiga de que maneira o tema “Reforma Política” foi abordado em um conjunto de notícias publicadas pela Agência Câmara a fim de verificar, dentre outros aspectos, em que medida há diversidade de vozes no âmbito de tal veículo de comunicação parlamentar. Após uma breve discussão conceitual (que envolve as particularidades da comunicação em mídias legislativas), o trabalho examina empiricamente, por meio da Análise do Discurso, 17 notícias publicadas pela referida Agência entre julho e outubro de 2013. Em seguida, é oferecida uma discussão sobre a natureza da produção jornalística em tela. Duas hipóteses, fundamentadas na literatura e na proposta editorial da Secretaria de Comunicação da Câmara (Secom), guiam a investigação: H1) De maneira geral, predomina nas notícias o discurso atrelado à construção de uma imagem positiva da Casa; H2) Há uma escassa pluralidade de vozes e perspectivas políticas nas notícias, não obstante os princípios editoriais da Secom defenderem o contrário. De maneira geral, observa-se um tom de discurso oficial em boa parte das notícias que compõem a amostra, com críticas raras ou moderadas aos agentes do campo político, além de se ter verificado uma baixa variedade de fontes no material em questão.

Palavras-chave


Câmara dos Deputados; Congresso; Política; Comunicação Institucional; Jornalismo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/recp.v7i2.48114