A ASSISTÊNCIA ELEITORAL DAS NAÇÕES UNIDAS NO HAITI: PROMOÇÃO DA DEMOCRACIA E PATOLOGIAS INSTITUCIONAIS NO PROCESSO DE ESTABILIZAÇÃO DA PAZ.

Wemblley Lucena de Araújo

Resumo


O presente trabalho objetiva analisar o papel da assistência eleitoral promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU) nos processos de estabilização de cenários pós-conflitos, trazendo a experiência do Haiti para o debate, e a partir desta, diagnosticar os principais avanços e dificuldades enfrentadas pela atuação onusiana no campo da assistência eleitoral. Para tanto, o presente estudo utilizar-se-á dos métodos analíticos, qualitativos e bibliográficos atuando em fontes primárias (resoluções e informes oficiais) e secundárias (literatura especializada). Conclui-se que a atuação onusiana no Haiti no campo da assistência eleitoral contribuiu para a minimização dos entraves políticos, realização das eleições periódicas e democráticas, porém patologias institucionais retardaram o andamento dos processos pré-estabelecidos levando-os a, em certa medida, incongruências em face da realidade haitiana.


Palavras-chave


Nações Unidas. Assistência Eleitoral. Eleições. Haiti.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/recp.v6i1.39228