AÇÃO COLETIVA NA FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO PARANÁ (2003-2011)

José Augusto Hartmann

Resumo


Objetiva-se apresentar análise sobre valores, preferências e, sobretudo, ação do empresariado industrial paranaense acerca da política e democracia. Espera-se apontar para formas de organização e ação política, além de compreensão do comportamento, do empresariado industrial paranaense. Compreende-se que as formas com que o empresariado pensa a política podem indicar suas preferências e formas de ação, assim como influência no processo decisório. Delimita-se a atuação empresarial por meio de entidades de representação política, no caso a Federação paranaense, entendidas como grupo de interesse. A metodologia empregada para este artigo será a análise de três formas de ação divulgadas pela entidade representativa dos industriários paranaenses, a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), a saber, a (i) Rede de Participação Política, o (ii) Movimento A Sombra do Imposto e (iii) a revista Observatório da Indústria.


Palavras-chave


Empresariado Industrial, Ação Coletiva, FIEP

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/recp.v5i2.37497