A POLÍTICA EXTERNA COMO POLÍTICA PÚBLICA? DIÁLOGOS ENTRE ESTUDOS POLÍTICOS E ESTUDOS INTERNACIONAIS

Pedro Sousa

Resumo


Neste trabalho procuraremos levar a cabo uma análise preliminar da abertura e das conexões entre duas áreas dos estudos políticos e internacionais: a política externa e as políticas públicas. Tentou-se analisar, por um lado, de que forma ambas vêem o Estado e a tomada de decisões neste; por outro lado, discutir os posicionamentos mais comuns das teorias fundadoras das Relações Internacionais e das Políticas Públicas relativamente às suas percepções da política externa e da definição do seu próprio campo de estudo. Seguidamente, tentou-se compreender, relativamente à Foreign Policy Analysis, se esta se apresenta como uma aproximação ao conhecimento das Políticas Públicas, e até que ponto é visível, nesta última área, uma abordagem que procure acercar-se, do mesmo modo, do conhecimento dos fenómenos internacionais como tendo impacto no processo de tomada de decisão interno (nacional). A revisão crítica da literatura de ambas as áreas levar-nos-á a concluir que há ganhos significativos, para ambas as disciplinas científicas, em termos de uma melhor compreensão e explicação dos fenómenos que analisam, tendo assim em conta um conjunto de influências e actores mais alargados do que os normalmente estudados e descritos. 


Palavras-chave


estudos políticos; estudos internacionais; política externa; políticas públicas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/recp.v5i2.37412