A Crítica de Jacobi ao Aufklärung: da Querela do Panteísmo ao Conceito de coisa-em-si

Maria Clara Fonseca Fanaya

Resumo


O objeto deste trabalho é a crítica de Jacobi tanto ao Aufklärung, quanto ao conceito kantiano de coisa-em-si. Essas críticas foram inicialmente elaboradas durante a querela do panteísmo - discussão encadeada por Jacobi e Mendelssohn acerca do racionalismo e suas possíveis consequências - e continuou até a contribuição e resposta de Kant a essas questões com a publicação do texto “O que significa orientar-se no pensamento”. Nesse texto, Kant desenvolve o conceito de fé racional, o qual sustenta que não se pode abrir mão da razão quando se trata de objetos suprassensíveis, uma vez que eles são dela uma exigência. De certa forma, Jacobi se viu frustrado com o posicionamento Kant e, em resposta, identificou em sua filosofia um conceito que teria, para ele, um caráter intrinsecamente contraditório: a coisa-em-si.

Texto completo:

PDF

Referências


BEISER, Frederick C. The Fate of Reason: German Philosophy from Kant to Fichte. Cambridge, Massachusetts, and London, England: Harvard University Press, 1987.

BUENO, Vera Cristina de Andrade. Kant e o Conceito de Fé Racional. O Que Nos Faz Pensar. Rio de Janeiro, v.19, p.61-76, dezembro de 2005. Disponível em:

DAHLSTROM, Daniel, "Moses Mendelssohn", The Stanford Encyclopedia of Philosophy (Summer 2015 Edition), Edward N. Zalta (ed.), URL = .

DUDLEY, Will; trad. Jacques A. Wainberg. Idealismo Alemão. Primeira edição. Petrópolis: Editora Vozes, 2013. 316 p.

FERRY, Luc; trad. Karina Jannini. Kant: uma leitura das três “Críticas”. Segunda edição. Rio de Janeiro: DIFEL, 2010. 336 p.

GIOVANNI, George di, "Friedrich Heinrich Jacobi", The Stanford Encyclopedia of Philosophy (Winter 2014 Edition), Edward N. Zalta (ed.), URL.

JACOBI, Friedrich Heinrich; trad. George di Giovanni. The Main Philosophical Writings and the Novel Allwill. Montreal: McGill-Queen's University Press, 1994. 698 p.

KANT, Immanuel; trad. Fernando Costa Mattod. Crítica da Razão Pura. Quarta edição. Petrópolis: Editora Vozes, 2015. 622 p.

KANT, Immanuel; trad. e ed. Allen W. Wood; George di Giovanni. Religion and Rational Theology. Cambridge University Press, 2001.

KANT, Immanuel; trad. Artur Morão. Que significa orientar-se no pensamento? Segunda edição. Lusosofia.

KANT, Immanuel. Textos Seletos. Nona edição. Petrópolis: Editora Vozes, 2005.

KANT, Immanuel. trad. Daniel Fidel Ferrer. What does it Mean to Orient Oneself in Thinking? Translation of text, notes, essays, chronology, etc by Copyright ©2014 Daniel Fidel Ferrer. All rights reserved. Free unlimited distribution. 2014. Disponível em:

ROHLF, Michael, "Immanuel Kant", The Stanford Encyclopedia of Philosophy (Spring 2016 Edition), Edward N. Zalta (ed.), URL: .

THOUARD, Denis; trad. Tessa Moura Lacerda. KANT. São Paulo: Estação Liberdade, 2004. 172 p.

WOOD, Allen; trad. Delamar José Volpato Dutra. KANT. São Paulo: Artmed Editora S.A., 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.