Jean-Jacques Rousseau: entre o direito e a política

Fabio Antônio da Silva

Resumo


Hoje se lê a parte final do Contrato Social (1762) à luz do movimento contínuo - que perpassa toda a obra do genebrino - entre o geral e o particular, entre a norma e o fato, as leis como podem/devem ser e os homens como são. A república ideal já fora toda esboçada em cada um dos parágrafos da Dedicatória à Genebra escrita por Rousseau para compor a introdução ao Discurso Sobre a Origem e o Fundamento da Desigualdade entre os Homens (o Segundo Discurso publicado em 1755). Mas é no Contrato Social que as diretrizes ganham fundamento e se apresentam enquanto tratado de direito político.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.