O partido republicano norte-americano em 1960 e 2012: uma ascensão conservadora?

Camila Feix Vidal

Resumo


Este estudo tem como propósito analisar a suposta radicalização conservadora do Partido Republicano norte-americano por meio de estudo e comparação de suas plataformas nacionais no período de 1960 e 2012. Assim, seu objetivo é duplo: analisar mudanças e continuidades com relação ao posicionamento do Partido Republicano com base nas suas plataformas nacionais e, como consequência do método escolhido, contribuir para o uso de novas técnicas de abordagem no estudo de ideologia parti­dária. Os resultados mostraram que há certa continuidade ideológica, no entanto, há importantes rupturas no que diz respeito à linguagem, às ênfases e à própria agenda partidária defendida, implicando posicionamentos políticos em 2012 completamente distintos em relação a certas questões e categorias em 1960. 


Palavras-chave


ideologia; conservadorismo; partido republicano; Estados Unidos; plataformas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/pr_eleitoral.v4i2.46611

Apontamentos

  • Não há apontamentos.