ANÁLISE ECONÔMICA DE EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇO FLORESTAL EM DUAS REGIÕES DO ESTADO DE SANTA CATARINA

Dagoberto Stein de Quadros, Jorge Roberto Malinovski

Resumo


Este trabalho teve como objetivo caracterizar economicamente as prestadoras de serviço florestal a partir de análises de custo e de rentabilidade. O estudo foi realizado junto às prestadoras de serviço florestal que atuam nas regiões do Vale do Itajaí e Planalto Serrano do estado de Santa Catarina. Foram amostradas 46 empresas que executam atividades de silvicultura, colheita de madeira e transporte florestal. Foi caracterizada a composição dos custos, a proporção dos custos diretos e indiretos e dos custos fixos e variáveis no custo total. A partir das metodologias do Earning Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization (EBITDA), lucro de caixa (lucro antes da depreciação e do juro) e lucro econômico, analisou-se o ponto de equilíbrio, a rentabilidade sobre as vendas e sobre o capital. As empresas de silvicultura, colheita de madeira mecanizada e transporte florestal apresentaram ótimas rentabilidades sobre as vendas. As grandes prestadoras de serviço apresentaram melhores condições econômicas. As prestadoras de serviço possuem altos custos indiretos e alta participação de custos fixos nos custos totais. As empresas de colheita de madeira que atuam por meio de sistema manual e semimecanizado obtiveram resultados insatisfatórios em termos de ponto de equilíbrio. As rentabilidades encontradas foram semelhantes em ambas as regiões.


Palavras-chave


Prestadoras de serviço florestal; análise de custo; rentabilidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rf.v42i1.26292

Revista FLORESTA
ISSN Eletrônico 1982-4688
fone: 41 3360 4219
revista.floresta@gmail.com

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 Internacional (CC BY 4.0)