Sobre a imprevisibilidade do futuro: a teoria da probabilidade de Keynes, o conhecimento provável e a decisão de inovar

Marco Crocco

Resumo


O objetivo deste artigo é mostrar que o conceito keynesiano de probabilidade pode contribuir para o entendimento do processo de introdução de inovações tal qual explicado pela abordagem neo-Schumpeteriana. A teoria da probabilidade de Keynes tem o potencial de completar a caixa de ferramentas necessária
para analisar a decisão sobre introduzir ou não uma inovação, principalmente ao complementar a idéia de rotinas.

Palavras-chave


incerteza; probabilidade; Keynes; mudança tecnológica; inovação; uncertainty; probability; Keynes; technical change; innovation

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/re.v32i2.7731

Direitos autorais

-----------------------------------------------------------

Revista de Economia
ISSN 0556-5782 | e-ISSN 2316-9397

Indexadores (Bases, diretórios e portais)
ARDI | Cite Factor | Diadorim | Dimensions | EZB | Genamics | Google Scholar | Journal 4-free | Latindex | LivRe | Open Air | Periódicos CAPES | ROAD | Socol@r | Sumários | World Wide Science