Permanências e mudanças na expansão dos serviços postais em Santa Catarina (1900-1930)

Gabriel Crozetta Mazon, Alcides Goularti Filho

Resumo


Este artigo tem como objetivo descrever e analisar a expansão dos serviços postais em Santa Catarina entre 1900 e 1930 abordando suas mudanças e permanências. As categorias de análises são: camadas geoeconômicas, adensamento do estado no território e sistema regional de economia. Além das considerações finais, o artigo está divido em três tópicos: a) combinação e sobreposição dos serviços postais, que traz uma breve contextualização da trajetória dos correios no Brasil e apresenta as categorias de análise; b) transportes e comunicações na definição do território, onde apresenta um histórico das vias de comunicações e dos meios de transportes em Santa Catarina na formação dos limites territoriais; e por fim c) a expansão dos serviços postais em Santa Catarina, que está dividido em quatro itens: agência e linhas postais, movimento postal, movimento financeiro e trabalhadores.


Palavras-chave


Correios; Integração territorial; economia; Santa Catarina

Texto completo:

Arquivo


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/re.v41i74.69507

-----------------------------------------------------------

Revista de Economia
ISSN 0556-5782

Indexadores (Bases, diretórios e portais)
ARDICite FactorDiadorimDimensions, EZB, GenamicsGoogle Scholar, Journal 4-free, Latindex, LivRe, Open Air, Periódicos CAPESROAD, Socol@r, Sumários e World Wide Science