Há aderência entre a Socioeconomia e a abordagem kirzneriana da Escola Austríaca?

Lucas Casonato, Maríndia Brites

Resumo


A Socioeconomia, abordagem econômica baseada em princípios da Sociologia, apresenta-se como alternativa à Economia Neoclássica. Rejeitando os extremos entre individualismo e holismo metodológico, inicia a análise da tomada de decisão a partir das identidades sociais em que os agentes estão embebidos. A Economia Austríaca, e dentro dela sua corrente kirzneriana, também propõe uma alternativa à Economia Neoclássica. Pautada no individualismo metodológico, analisa as condições subjetivas no processo decisório. Este trabalho investiga, na História do Pensamento Econômico, se há aderência entre essas propostas teóricas para a tomada de decisão, Socioeconomia e abordagem kirzneriana, conquanto suas diferenças de metodologia e de conceituação de mercado. A conclusão é dividida em três pontos: (i) existe aderência por críticas e sugestões compartilhadas entre as abordagens; (ii) a incorporação das ideias de Kirzner na Socioeconomia depende de fatores metodológicos (iii) a incorporação da Socioeconomia na abordagem kirzneriana é possível pelo subjetivismo dessa última.


Palavras-chave


Socioeconomia; Economia Austríaca; Israel Kirzner; Abordagem kirzneriana

Texto completo:

Arquivo


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/re.v40i71.67908

-----------------------------------------------------------

Revista de Economia
ISSN 0556-5782 | e-ISSN 2316-9397

Indexadores (Bases, diretórios e portais)
ARDI | BASECite Factor | Diadorim | Dimensions | ERIH PLUS | EZB | Genamics | Google Scholar | ISSNJournal 4-free | Latindex | LivRe | OAJI | Open Air | Periódicos CAPES | REDIBROAD | Sherpa Romeo | Socol@r | Sumários | World Wide Science