Open Journal Systems

UTILIZAÇÃO DE SIMULADORES EMPRESARIAIS NO ENSINO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS: UM ESTUDO NA REPÚBLICA FEDERAL DA ALEMANHA

Roberto Max Protil

Resumo


Este artigo analisa a utilização acadêmica de simuladores empresariais. Simuladores ou jogos empresariais utilizam modelos matemáticos para simular processos administrativos em um contexto econômico. Jogos podem ser aplicados na formação acadêmica e no treinamento empresarial, no desenvolvimento organizacional e de recursos humanos, na pesquisa psicológica, no suporte ao processo decisório e como ferramenta de pesquisa econômica. Na formação acadêmica, podem ser utilizados na difusão do conhecimento técnico (aprendizagem cognitiva), na solução de problemas complexos, no desenvolvimento de aptidões para o trabalho em equipe (aprendizagem emocional) e no treinamento e aplicação de técnicas de trabalho (aprendizagem instrumental). Um estudo realizado na Alemanha mostra que suas principais vantagens são o estímulo ao pensamento sistêmico e o treinamento de habilidades e aptidões para o processo decisório. A necessidade de uma grande disponibilidade de tempo para a coordenação do jogo e a exigência de uma infra-estrutura específica foram apontadas como suas principais desvantagens. Conclui-se que o uso crescente da tecnologia da informação, e em especial o uso da internet no processo de ensino/aprendizagem nas universidades, permitirá uma utilização mais intensa e efetiva de simuladores empresariais no ensino de ciências sociais aplicadas.

Palavras-chave


aprendizado; jogos empresarias; simuladores empresariais; learning; business games; business simulators

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/re.v31i2.5570