POLÍTICA AMBIENTAL BRASILEIRA: ANÁLISE HISTÓRICO-INSTITUCIONALISTA DAS PRINCIPAIS ABORDAGENS ESTRATÉGICAS

Marcus Bruno Malaquias Ferreira, Alexandre Ottoni Teatini Salles

Resumo


Este artigo apresenta uma análise histórico-institucionalista sobre o processo de evolução das políticas ambientais no Brasil contemporâneo. Essa retrospectiva procura identificar o papel atribuído ao meio ambiente em relação às estratégias de desenvolvimento econômico adotadas pelo Estado, com início a partir da primeira fase da industrialização brasileira nos anos 1930. O exame das abordagens estratégicas predominantes permite ainda analisar as circunstâncias que motivaram a origem, e conduziram a transformações das instituições que se ocupam das questões ambientais no Brasil. Com isso, pretende-se compreender o processo cumulativo que resultou em um sistema institucional de gestão do meio ambiente onde a análise das implicações ambientais da produção ocorre apenas no âmbito de projetos, portanto, afastado dos mecanismos de planejamento de longo prazo.

Palavras-chave


Desenvolvimento Econômico; História Econômica Brasileira

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/re.v42i2.54001

Direitos autorais 2017 Revista de Economia

-----------------------------------------------------------

Revista de Economia
ISSN 0556-5782 | e-ISSN 2316-9397

Indexadores (Bases, diretórios e portais)
ARDI | Cite Factor | Diadorim | Dimensions | EZB | Genamics | Google Scholar | Journal 4-free | Latindex | LivRe | Open Air | Periódicos CAPES | ROAD | Socol@r | Sumários | World Wide Science