COOPERAÇÃO EM CADEIAS PRODUTIVAS: UM DEBATE ENTRE A ECONOMIA DOS CUSTOS DE TRANSAÇÃO E A ECONOMIA DO APRENDIZADO

Rodolfo Torres dos Santos

Resumo


O presente artigo discute a explicação da economia do aprendizado e da economia dos custos de transação para a formação de estruturas de cooperação em cadeias produtivas. Estas estruturas têm como características formas de organização e coordenação das relações econômicas mais complexas que o sistema de preços de mercado. A abordagem da teoria dos custos de transação para este fenômeno é que tais estruturas emergem na busca por mitigação de riscos associados aos investimentos em ativos específicos. Para a economia do aprendizado, a formação de associações numa cadeia produtiva é explicada pelo benefício da geração e difusão de conhecimento entre as partes. Neste estudo se constrói uma argumentação em favor da complementaridade destes enfoques, sobretudo tendo em foco que os fenômenos do mundo real apresentam simultaneamente os requisitos destas duas interpretações.

Palavras-chave


cadeias produtivas; custos de transação; economia do aprendizado; produtive chains; transaction costs; learning economy

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/re.v31i1.5023

-----------------------------------------------------------

Revista de Economia
ISSN 0556-5782 | e-ISSN 2316-9397

Indexadores (Bases, diretórios e portais)
ARDI | BASECite Factor | Diadorim | Dimensions | ERIH PLUS | EZB | Genamics | Google Scholar | ISSNJournal 4-free | Latindex | LivRe | OAJI | Open Air | Periódicos CAPES | REDIBROAD | Sherpa Romeo | Socol@r | Sumários | World Wide Science