O Brasil no Mercosul: Integração Comercial Brasileira com o Bloco Sul Americano

Luiz Felipe Campos Fontes, Milton André Stella

Resumo


Este artigo avalia, pelo viés comercial, a participação do Brasil no Mercado Comum do Sul (Mercosul). A finalidade central é averiguar se o grau de integração comercial brasileira com o bloco têm se aprofundado ao longo do tempo. Para tanto, é desenvolvida a metodologia de decomposição dos componentes do consumo aparente, onde é possível analisar as importações brasileiras intrabloco e extrabloco, e assim destacar os gêneros industriais onde houve criação e desvio de comércio. Os resultados, para o período 2005-2013, apontam para um movimento de reversão no nível de integração comercial brasileira com o Mercosul. Inicialmente, o bloco era capaz de atender, em grande parte, o mercado brasileiro. Entretanto, o bloco perdeu força em termos de criação setorial à medida que os fluxos comerciais brasileiros se direcionaram para o resto do mundo.

Palavras-chave


Economia Internacional

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/re.v38i65.46651

-----------------------------------------------------------

Revista de Economia
ISSN 0556-5782 | e-ISSN 2316-9397

Indexadores (Bases, diretórios e portais)
ARDI | BASECite Factor | Diadorim | Dimensions | ERIH PLUS | EZB | Genamics | Google Scholar | ISSNJournal 4-free | Latindex | LivRe | OAJI | Open Air | Periódicos CAPES | REDIBROAD | Sherpa Romeo | Socol@r | Sumários | World Wide Science