O PIB brasileiro nos séculos XIX e XX: duzentos anos de flutuações econômicas

Guilherme Alexandre Tombolo, Armando Vaz Sampaio

Resumo


O objetivo desse trabalho é o de analisar o comportamento da série do PIB brasileiro entre 1796 e 2013 no que diz respeito ao seu comportamento cíclico e períodos de crescimento econômico. Outro objetivo que surgiu com o anterior foi o de estimar o PIB nominal e real do Brasil entre 1796 e 1899, dada a ausência de estimativas que cobrissem esse período de forma continua. Identificamos sete fases de crescimento do produto real agregado brasileiro. A taxa média do período como um todo (1796-2013, 218 anos) foi de 3,53% a.a. .Na análise do PIB per capita, identificamos oito fases de crescimento. A taxa média de crescimento do período como um todo foi de 1,62% a.a. No que diz respeito à volatilidade dos ciclos, tal volatilidade foi em geral decrescente quando medida pelo desvio-padrão dos ciclos extraídos pelo Filtro HP.


Palavras-chave


Ciclos Econômicos; História Econômica do Brasil; Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/re.v39i3.31283

Direitos autorais

-----------------------------------------------------------

Revista de Economia
ISSN 0556-5782 | e-ISSN 2316-9397

Indexadores (Bases, diretórios e portais)
ARDI | Cite Factor | Diadorim | Dimensions | EZB | Genamics | Google Scholar | Journal 4-free | Latindex | LivRe | Open Air | Periódicos CAPES | ROAD | Socol@r | Sumários | World Wide Science