Avaliação da interação universidade-empresa em Santa Catarina por intensidade tecnológica

Silvio Antonio Ferraz Cario, Dannyela da Cunha Lemos, Ariane Simonini

Resumo


Dentre as mudanças ocorridas no campo da ciência e da tecnologia nos últimos anos pode-se identificar um estreitamento das relações universidades e setor produtivo, como decorrência de um ambiente institucional que exige cada vez mais uma conexão entre a produção do conhecimento e a sua aplicação prática. Sendo assim, a presente pesquisa tem por objetivo analisar a dinâmica de interação Universidade-Empresa em Santa Catarina (SC), considerando o nível de intensidade tecnológica empresarial. Os resultados apontam que as empresas encomendam pesquisa e participam conjuntamente de pesquisas com empresas voltadas para a inovação, seja na forma de aperfeiçoamento ou de lançamento de produto novo para o mercado. Estas constituem importante instância de transferência de tecnologia, sobretudo pelos conhecimentos gerados nas áreas de engenharia elétrica, engenharia mecânica e ciências da computação. O estudo de caso realizado na Dígitro Tecnologia Ltda., empresa situada na indústria de alta tecnologia, em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) por mais de 15 anos, traduz a virtuosidade da interação meio acadêmico e meio empresarial na construção de processos inovativos, e serve de referência para outras empresas seguirem o mesmo procedimento.

Palavras-chave


Interação universidade-empresa; Intensidade tecnológica; Santa Catarina.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/re.v37i4.27715

Direitos autorais

-----------------------------------------------------------

Revista de Economia
ISSN 0556-5782 | e-ISSN 2316-9397

Indexadores (Bases, diretórios e portais)
ARDI | Cite Factor | Diadorim | Dimensions | EZB | Genamics | Google Scholar | Journal 4-free | Latindex | LivRe | Open Air | Periódicos CAPES | ROAD | Socol@r | Sumários | World Wide Science