A visão das empresas sobre as relações entre universidade e empresa no Brasil: uma análise baseada nas categorias de intensidade tecnológica

Marcelo Pinho

Resumo


Este artigo sintetiza alguns dos resultados de um amplo levantamento realizado junto a empresas brasileiras sobre as relações que elas mantêm com universidades e institutos públicos de pesquisa. Dos vários recortes possíveis, privilegia-se aqui a discriminação dos dados por categorias de empresas classificadas com base na intensidade tecnológica. Um instrumento de análise importante é a comparação com os resultados de um survey semelhante realizado nos EUA (Cohen et al., 2002), o qual precedeu e inspirou o levantamento feito no Brasil. Entre as achados da pesquisa, destaca-se o fato de as empresas brasileiras interrogadas atribuírem maior importância às universidades como fonte de informação para suas atividades de desenvolvimento tecnológico do que suas congêneres norte-americanas. A seção final do artigo, além de resumir outras conclusões relevantes, procura apresentar uma interpretação para o resultado mais importante, que foge bastante ao senso comum sobre o tema.

Palavras-chave


Interação universidade-empresa; Inovação em países em desenvolvimento; Sistemas nacionais de inovação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/re.v37i4.27686

Direitos autorais

-----------------------------------------------------------

Revista de Economia
ISSN 0556-5782 | e-ISSN 2316-9397

Indexadores (Bases, diretórios e portais)
ARDI | Cite Factor | Diadorim | Dimensions | EZB | Genamics | Google Scholar | Journal 4-free | Latindex | LivRe | Open Air | Periódicos CAPES | ROAD | Socol@r | Sumários | World Wide Science