Competitividade e Padrão de Especialização do Fluxo Industrial de Comércio Exterior do Paraná, 1996 a 2008

Lorena Vieira Costa, Marília Fernandes Maciel Gomes, Vladimir Faria dos Santos, Graciela Aparecida Profeta

Resumo


Este trabalho objetivou analisar o comportamento e a estrutura do fluxo comercial externo de produtos industriais do Paraná, no período de 1996 a 2008. Para isso, utilizaram-se os Índices de Vantagem Comparativa Simétrica, de Contribuição ao Saldo, de Gini-Hischman e de Comércio Intraindústria. Os resultados revelaram que apenas dois setores da indústria paranaense obtiveram vantagem comparativa no período em análise: o das Indústrias alimentares, bebidas, fumos e seus sucedâneos e o que abrange Madeiras, carvão vegetal, cortiças e suas obras. Esses setores foram também os que mais contribuíram para o saldo comercial do estado. Os resultados dos índices de concentrações evidenciaram que o estado possui pauta exportadora industrial diversificada, mas exporta para poucos Blocos econômicos. Já o índice de comércio intraindústria mostrou que o comércio internacional paranaense de bens industriais é basicamente interindustrial, ou seja, predomina o fluxo de bens entre diferentes setores de atividades.

Palavras-chave


Índices de Competitividade; Produtos manufaturados; Paraná.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/re.v38i3.25630

Direitos autorais

-----------------------------------------------------------

Revista de Economia
ISSN 0556-5782 | e-ISSN 2316-9397

Indexadores (Bases, diretórios e portais)
ARDI | Cite Factor | Diadorim | Dimensions | EZB | Genamics | Google Scholar | Journal 4-free | Latindex | LivRe | Open Air | Periódicos CAPES | ROAD | Socol@r | Sumários | World Wide Science