DETERMINANTES E IMPACTOS DA RECENTE ENTRADA DE BANCOS EUROPEUS NO BRASIL

Luiz Fernando de Paula

Resumo


Este artigo objetiva analisar os principais determinantes e impactos da recente onda de bancos europeus no Brasil. A principal hipótese do artigo é que a onda de bancos europeus só pode ser entendida se forem considerados ambos os fatores externos e internos. Os determinantes externos estão relacionados ao processo de consolidação bancária no sistema financeiro europeu no contexto da União Monetária Européia, que tem estimulado alguns bancos a se expandirem para o exterior. Os determinantes internos, por sua vez, estão relacionados principalmente à gradual flexibilização das restrições legais, com respeito à presença dos bancos estrangeiros no setor bancário brasileiro. Finalmente, o artigo também avalia os impactos da entrada recente dos bancos europeus no mercado bancário varejista brasileiro. Neste particular, ele mostra que a entrada estrangeira tem afetado o mercado bancário doméstico, forçando os bancos nacionais a operarem de forma mais eficiente e também a expandir suas atividades, organicamente ou por fusões e aquisições. O paper conclui que não existe evidência de que os bancos estrangeiros são mais eficientes do que os bancos domésticos no Brasil no período recente, mas existe alguma evidência de que os maiores bancos privados nacionais têm reagido positivamente à entrada dos bancos estrangeiros.

Abstract

This paper aims at analyzing the main determinants and impacts of the recent wave of European banks entering Brazil. The principal hypothesis of the paper is that the wave of European banks can only be understood if one considers both external and internal determinants. External determinants concern the process of banking consolidation in the European financial system under the EMU that has stimulated some banks to expand abroad. Internal determinants are mainly related to the gradual flexibilisation of legal restrictions with respect to the presence of foreign banks in the Brazilian banking sector. Finally, the paper evaluates the impacts of the recent entry of European banks into the retail banking market in Brazil. In this particular matter, it shows that foreign entry has affected the national banking market, forcing domestic banks to operate more efficiently, and also to expand their activities organically or by mergers and acquisitions. The paper concludes that there is no clear evidence that foreign banks have been more efficient than domestic banks in Brazil in the recent period, but there is some evidence that the big private Brazilian banks have reacted positively to the entry of foreign banks.


Palavras-chave


consolidação bancária; bancos estrangeiros; setor bancário brasileiro; banking consolidation; foreign banks; Brazilian banking sector.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/re.v30i2.2013

-----------------------------------------------------------

Revista de Economia
ISSN 0556-5782 | e-ISSN 2316-9397

Indexadores (Bases, diretórios e portais)
ARDI | Cite Factor | Diadorim | Dimensions | ERIH PLUS | EZB | Genamics | Google Scholar | ISSNJournal 4-free | Latindex | LivRe | Open Air | Periódicos CAPES | ROAD | Socol@r | Sumários | World Wide Science