Open Journal Systems

O SETOR ELÉTRICO E A QUESTÃO AMBIENTAL: ECONOMIA DE MERCADO, ECONOMIA DE COMANDO, ECONOMIA REAL

Claudio Antonio Scarpinella, Sinclair Mallet Guy Guerra, Ildo Luis Sauer

Resumo



O processo de decisões quanto às alterações ambientais causadas
pela construção e operação do sistema de produção e transmissão de
energia elétrica tem sido tradicionalmente instruído pela sua análise
econômica do ponto de vista empresarial. Uma análise custo-benefício
seria suficiente, dentro deste enfoque. Entretanto, a natureza
dessas alterações transcende o cálculo econômico feito sob os
parâmetros da teoria econômica neoclássica. Nada mais distante de
uma coletividade de indivíduos que maximizam suas utilidades, do
que os indivíduos que têm poder de influir sobre as decisões mais
importantes do setor. O exame histórico da evolução do setor elétrico
no Brasil mostra um cenário em que diferentes grupos de atores
sociais ou stakeholders, vêm aplicando diferentes paradigmas de análise
nas decisões quanto ao uso dos recursos hídricos, alterações nos
cursos dágua e na atmosfera. O estudo da dinâmica de evolução dos
vários atores sociais, e das relações e embates entre eles são fundamentais
para a compreensão do processo histórico. Permite também
uma adequada separação e atribuição dos interesses e objetivos aos diversos grupos, pressuposto para qualquer tentativa de síntese em
nome de um interesse mais amplo.


Abstract


The decision making process for the environmental alterations caused
by the construction and operation of power plants and transmission
system has been instructed traditionally by economical analysis of
the business point of view. A cost-benefit analysis would be sufficient,
inside of this focus. However, the nature of those alterations
transcends economic calculations done under the parameters of the
neoclassical economical theory. The individuals that have power of
influence over the most important decisions of the power industry
couldnt be more distant of a collectivity of individuals that maximize
their utilities. The historical examination of the evolution of the power
industry in Brazil shows a scenario in that different groups of
stakeholders apply different analysis paradigms in the decisions as
for the use of hydro resources, alterations in the water bodies and in
the atmosphere. The study of the dynamics of the several social
actors evolution, and of the relationships and collisions among them
are fundamental for the understanding of the historical process. It
also allows an appropriate separation and attribution of the interests
and objectives to the several groups, presupposition for any synthesis
attempt on behalf of a wider interest.


Palavras-chave


setor elétrico; meio ambiente; atores sociais; power industry; environment; stakeholders.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/re.v29i0.2001