FUNÇÕES DE AFILAMENTO PARA Pinus elliottii Engelm. PROVENIENTE DE CONDUÇÃO DE REGENERAÇÃO NATURAL

Samuel Alves da Silva, Linamara Smaniotto Ferrari, Diego Moreira, Luciano Rodrigo Lanssanova, Roni Djeison Ansolin, Lucas Dalmolin Ciarnoschi, Nelson Yoshihiro Nakajima

Resumo


A condução de florestas por regeneração natural pode apresentar perfis de fuste diferentes em relação à indivíduos provenientes de plantios por mudas ou semeadura. Desta forma, o objetivo desse trabalho foi ajustar modelos de funções de afilamento para povoamentos da espécie Pinus elliottii Engelm. proveniente de condução de regeneração natural, afim de identificar o que melhor se ajusta e verificar se a procedência dos indivíduos afeta negativamente os indicadores estatísticos de regressão. Para isso, foram ajustados os modelos de função de afilamento propostos por Kozak et al., Max & Burkhart, Schöepfer e Hradetzky para um banco de dados de 289 árvores cubadas pelo método de Smalian, das quais, 40 amostras foram utilizadas para validar a melhor equação. A avaliação das equações testadas foi realizada por meio do coeficiente de determinação ajustado ( ), erro padrão da estimativa em percentagem (Syx %), análise gráfica dos resíduos em porcentagem e média dos desvios (MD). Os modelos ajustados apresentaram resultados estatísticos satisfatórios. Todas as equações ajustadas apresentaram resultados muito semelhantes para , que variou entre 0,9630 e 0,9807, para o Syx %, os valores variaram um pouco mais, de 9,0785 a 6,5647, e para MD de -0,1500 a 0,0858.  O modelo proposto por Max & Burkhart apresentou os melhores resultados para a estimativa dos diâmetros ao longo do fuste, apresentando o maior , o menor Syx % e MD de 0,0858. Com os resultados apresentados podemos observar que a aplicação de modelos de afiamento para povoamentos de Pinus elliottii oriundos de regeneração natural é viável.

 


Palavras-chave


Modelo de perfil; Perfil do fuste; Sortimento

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/biofix.v3i1.57782

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


BIOFIX Scientific Journal. ISSN Eletrônico: 2525-9725

Indexado em: Google Scholar, LivReSumários.orgElectronic Journals Library, PKP Index, WorldCat, CrossrefSabiia (Embrapa), CAB Abstract, Scilit, TIB - German National Library of Science and Technology, CAB DirectBiblioteca Virtual de Biotecnología para las AméricasHsH - Bibliothek, CIARD RING, AGRISPortal de Periódicos da Capes, DiadorimSJIFactor