SEPARAÇÃO DE TEMPERATURA E EMISSIVIDADE A PARTIR DE IMAGENS DO INFRAVERMELHO TERMAL: ANÁLISE DE SUAS APLICAÇÕES/RESTRIÇÕES

Atilio Grondona

Abstract


O infravermelho termal (TIR - ThermalInfraRed) é uma porção do espectro eletromagnético com várias aplicações no Sensoriamento Remoto, tais como: geologia, climatologia, análises de processos biológicos, análises geofísicos, avaliação de desastres e detecção de mudanças, entre outras. No TIR a emissão de radiação dos alvos é dominante, comparado com a reflexão, e esta radiação é uma função de duas variáveis, a emissividade e a temperatura do alvo. Para estudos no TIR é necessário estimar com precisão a temperatura e/ou a emissividade a partir da radiação medida, e isto é um problema devido a relação não linear existente entre estas variáveis e a radiação medida. Por isso, nos últimos 40 anos vários pesquisadores têm desenvolvido métodos visando minimizar este problema, porém, todos estes métodos possuem restrições em suas aplicações. Assim, este trabalho tem como objetivo revisar os principais métodos propostos na literaturafacilitando a sua compreensão, reprodução, além de criar umasínteseque permitaráo leitor a escolha do método mais adequado a determinadas situações.

Keywords


TIR, TES, cálculo da temperatura, emissividade



Copyright (c) 2016 Boletim de Ciências Geodésicas