ANÁLISE DOS EFEITOS IONOSFÉRICOS DE ORDEM SUPERIOR NO CICLO SOLAR 24 E INFLUÊNCIA NO POSICIONAMENTO GNSS ABSOLUTO

HAROLDO ANTONIO MARQUES, JOÃO FRANCISCO GALERA MONICO, HELOÍSA ALVES SILVA MARQUES, MÁRCIO AQUINO

Resumo


A aplicação da combinação livre da ionosfera para dados GNSS de dupla frequência
permite eliminar matematicamente os efeitos de primeira ordem da ionosfera.
Contudo, os efeitos de ordem superior não são eliminados e, geralmente, são
negligenciados no processamento dos dados GNSS. Neste trabalho apresentam-se
discussões e análises relacionadas ao cálculo dos efeitos de ordem superior da
ionosfera, o qual envolve o cálculo do TEC a partir de diferentes combinações, o
sistema geomagnético IGRF-11, a combinação linear livre da ionosfera para tripla 

frequência considerando as três portadoras do GPS (L1, L2 e L5) e outras. A
combinação de tripla frequência permite eliminar o efeito de segunda ordem da
ionosfera, contudo, a incerteza propagada desta combinação é de pior qualidade do
que o próprio valor do efeito. Foram realizados processamentos de dados no modo
PPP estático e cinemático visando avaliar a influência dos efeitos de ordem superior
no ciclo solar 24. Os dados GPS foram corrigidos dos efeitos ionosféricos utilizando
o software “RINEX_HO” disponível no NGS-NOAA-TOOLBOX. Os resultados
mostraram que a negligência dos efeitos ionosféricos de ordem superior no PPP
pode provocar variações da ordem de milímetros a centímetros considerando
períodos com baixa e alta atividade ionosférica, respectivamente.


Palavras-chave


Higher Order Ionosphere Effects; Triple Frequency Combination; PPP; Solar Cycle

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Boletim de Ciências Geodésicas. ISSN: 1982-2170