ANÁLISE COMPARATIVA DE REDES HIDROLÓGICAS GERADAS A PARTIR DE SUPERFÍCIES HIDROLOGICAMENTE CONSISTENTES

HUGO JOSÉ RIBEIRO, NILSON CLEMENTINO FERREIRA

Abstract


Um dos principais desafios da análise hidrológica está na caracterização
morfométrica e delineamento da rede hidrográfica associada a uma bacia. Neste
contexto, objetivou-se a comparação qualitativa e quantitativa de parâmetros
geomorfométricos extraídos de redes hidrológicas geradas a partir de superfícies
originais, e hidrologicamente consistentes. A priori, determinaram-se dois grupos de
informações. O original, derivado das superfícies sem nenhuma correção e o
corrigido, derivado das superfícies hidrologicamente consistentes. As informações
de drenagem foram extraídas a partir de cada modelo digital de terreno (MDT) e
cada modelo digital de elevação (MDE), antes e após a correção, para uma posterior
comparação entre as redes estimadas e de referência. As comparações foram feitas
na escala de 1:100.000, tomando por base o MDE SRTM de menor resolução
espacial. Percebeu-se que as distâncias das redes são inversamente proporcionais a
resolução espacial de cada superfície, exceto para o GDEM, que, mesmo com
resolução espacial de 30metros, não gerou melhores resultados do que o SRTM com
resolução espacial de 90metros. Das superfícies corrigidas a Topodata foi menos
sensível a mudança, com uma amplitude da distância média (antes e após a
correção) de apenas 24,5 metros. Enquanto o SRTM teve a maior amplitude com 76 

metros. Os MDTs de alta resolução espacial apresentaram resultados similares, com
o maior ajuste para o MDT obtido por levantamento aerofotogramétrico.


Keywords


MDEHC; MDT; Condicionamento de MDE; Comparação



Copyright (c)