A APLICAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE PROTOTIPAGEM RÁPIDA NA CONFECÇÃO DE MATRIZES TÁTEIS

MARIA ENGRACINDA DOS SANTOS FERREIRA, LUIZ FELIPE COUTINHO FERREIRA DA SILVA

Abstract


No Brasil, as matrizes necessárias para a reprodução de mapas táteis ainda são
produzidas de modo artesanal e demorado. Este artigo apresenta uma proposta de
confeccionar matrizes táteis a partir de diferentes tecnologias de prototipagem
rápida e determinar a sua viabilidade na automação do processo de fabricação das
matrizes táteis. Primeiro foi realizada uma revisão na literatura sobre o assunto para
verificar, dentro dos processos de prototipagem existentes, quais podem ser
utilizados na confecção de matrizes táteis, principalmente quanto a capacidade da
matéria-prima em resistir à pressão e altas temperaturas durante o processo de
produção dos mapas finais. Apesar destes requisitos operacionais constituírem uma
desvantagem em termos de equipamento especializado, o principal ganho no
emprego destes poderá ser obtido pela garantia de geração de matrizes idênticas e
flexibilidade na escolha de padrões. Os primeiros protótipos foram produzidos em
poliuretano, pó de gesso e Uriol, em dois processos: impressoras 3D e máquinas
fresadoras. As matrizes foram feitas apenas com o uso da fresadora, com
poliuretano e MDF como matéria-prima. Foram conduzidos testes de percepção tátil
pelo revisor de Braille do Instituto Benjamin Constant, seguindo metodologia
padrão adotada pela instituição em todos os materiais produzidos.

Keywords


Cartografia Tátil; Mapa Tátil; Prototipagem Rápida; Pessoas com Deficiência Visual



Copyright (c)