VALIDAÇÃO DO MAPGEO2010 E COMPARAÇÃO COM MODELOS DO GEOPOTENCIAL RECENTES

ANA CRISTINA OLIVEIRA CANCORO DE MATOS, DENIZAR BLITZKOW, GABRIEL DO NASCIMENTO GUIMARÃES, MARIA CRISTINA BARBOSA LOBIANCO, SÔNIA MARIA ALVES COSTA

Abstract


Este trabalho visa apresentar a metodologia de cálculo e analisar o resultado do modelo de alturas geoidais para o Brasil. O mesmo abrange a área compreendida pelas latitudes de 6oN e 35oS e pelas longitudes de 75oW e 30oW. Os dados gravimétricos terrestres foram atualizados com as mais recentes medições no Brasil e seus países vizinhos. As anomalias completas de Bouguer e de Helmert sobre a superfície terrestre foram calculadas  através do pacote canadense SHGEO. A componente de curto comprimento de onda foi estimada através da integral modificada de Stokes utilizando a técnica FFT. O modelo do geopotencial EGM2008 serviu como modelo de referência restrito ao grau e ordem 150. Foram utilizadas 844 observações GPS sobre a rede de nivelamento geométrico para comparar com o modelo geoidal obtido. As anomalias de altura adicionadas de um termo de correção dependente da topografia derivadas do EGM2008 (grau 2190 e ordem 2159), GO_CONS_GCF_2_DIR_R2 (grau e ordem 240), GOCO02S (grau e ordem 250), EIGEN 51C (grau e ordem 359) e EIGEN 6C (grau e ordem 1420), bem como as alturas geoidais derivadas do MAPGEO2004 (antigo modelo oficial do IBGE) também foram comparadas com os pontos GPS sobre nivelamento.

Keywords


Geoide; Geodésia; GPS; Nivelamento Geométrico; Altitude; Brasil



Copyright (c)