MAPEAMENTO INCREMENTAL: SOLUÇÃO TEÓRICA PARA FOTOGRAMETRIA EM ÁREAS NUBLADAS

DANIEL CARNEIRO DA SILVA, QUINTINO DALMOLIN

Resumo



O problema de nebulosidade na fotogrametria ocorre sistematicamente em todo o
globo, sendo mais intenso em regiões tropicais e montanhosas. No Brasil, existem
várias áreas onde a nebulosidade é constante e excessiva todo o ano, principalmente
nas regiões Norte e Nordeste. Esse fato implica diretamente no aumento dos custos
do projeto, devido ao grande risco de que a tripulação e equipamentos fiquem muito
tempo parados em terra, esperando por condições apropriadas para o vôo. Visando
encontrar soluções que tornem viável usar a fotogrametria convencional no
mapeamento dessas áreas, esse trabalho mostra os resultados obtidos em simulações
realizadas com o método de Monte Carlo, a partir de algoritmo usado originalmente
em estudos de missões de satélites, no qual foram introduzidas algumas alterações,
e com dados de nebulosidade obtidas de estações de superfície de postos
meteorológicos situados na parte oriental do Nordeste do Brasil. Os resultados
indicam que o método de mapeamento incremental, em parte similar ao método
empregado com imagens de satélites, reduz significativamente o tempo de execução
do vôo, para áreas de muito nebulosidade, ou para vôos fora da época ideal.

Incremental mapping: A theoric solution for photogrammetry in cloudy areas

Abstract


Cloudness problem in photogrammetry systematically occurs in the whole world
mainly in tropical and mountainous places. In Brazil, there are areas where
cloudness is constant and it lasts for the whole year, specially in the Northern and
Northeastern region. This fact implies directly in the project cost, due to the big risk
of both crew and the equipment be still for a long time, waiting for proper flight
conditions. In order to find solutions which may use conventional Photogrammetry
for mapping these areas, this work shows results obtained in simulations with
Monte Carlo method using a algorithm adapted originally of satellite applications,
and cloudness data of surface observations, from meteorological points located at
the oriental part in the Northeastern of Brazil. the original algorithm Results show
that the incremental mapping method, similarly to the method used while working
with satellite images, reduces the time for flight operation for cloudy areas or for
flights which are necessary out of established schedules.


Palavras-chave


Aerofotogrametria; Planejamento de vôos; Método de Monte Carlo; Nebulosidade; Aerial photogrammetry; Aerial Planning; Monte Carlo Method; Cloudness.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Boletim de Ciências Geodésicas. ISSN: 1982-2170