Open Journal Systems

USO DA MONRESTITUIÇÃO DIGITAL, AEROFOTOS DE PEQUENA ESCALA E MODELAMENTO MATEMÁTICO DE SUPERFÍCIE (DTM) PARA REALIZAÇÃO DE MAPEAMENTO PLANIMÉTRICO

Silvia Regina Nunes de Souza

Abstract



Neste trabalho é apresentada uma metodologia para a obtenção de cartas
planimétricas digitais na escala de 1:25000, a partir da monorestituição digital de
fotografias aéreas de pequena escala (1:60000). A aplicação da monorestituição
digital necessita de informações altimétricas a fim de retificar a digitalização
vetorial das entidades de interesse presentes na fotografia aérea. Com o objetivo de
avaliar o efeito da informação altimétrica no resultado final, três cartas foram
geradas, cada uma delas baseada em três conjuntos diferentes de dados altimétricos
obtidos por varredura estereofotogramétrica, varredura monoscópica e curva de
nível. A qualidade destes três resultados foi avaliada, confrontando-se cada um
deles com uma carta obtida por restituição convencional considerada, neste
trabalho, isenta de erros. Essa comparação foi feita tomando-se como base a
diferença entre as coordenadas coletadas das entidades digitalizadas da restituição
convencional e das cartas obtidas por monorestituição. Na avaliação dos resultados,
não foi verificada diferença significativa entre as cartas geradas por monorestituição
digital utilizando os diferentes tipos de informações altimétricas, sendo estas
classificadas na classe B de acordo com as normas em vigor.

The use of digital monorestitution, small scale aerial photos and DTM for
producing planimetric mapping

Abstract


In this work a methodology is presented for the obtaining of digital
planimetric maps in 1:25000 scale, starting from the digital monoplotting of aerial pictures of small scale (1:60000). The application of the digital monoplotting needs
altimetrical informations in order to rectify the vectorial digitizing of the entities of
interest present in the aerial photograph. By evaluating the effect of the altimetrical
information in the final results, three maps were generated, each one of them
coming from three different sets of altimetrical dat obtained by profiles,
monoscopic scanning and the contour lines. The quality of these three resulting
charts were evaluated, by comparing them to a chart obtained through a
conventional stereoplotting considered, in this work, as being exempt of errors. This
comparison was carried out considering the difference between collected
coordinates of the digitized entities present in the conventional stereoplotting and in
the letters obtained by monoplotting. In the evaluation of the results, no significant
difference verified among the charts generated by digital monoplotting using the
differents types of altimetrical information. These charts were classified as B, in
accordance with the effective norms.