ANÁLISE ORIENTADA A OBJETO E DADOS ASTER/TERRA NA CLASSIFICAÇÃO DO RELEVO

FLÁVIO FORTES CAMARGO, TERESA GALLOTTI FLORENZANO, CLÁUDIA MARIA DE ALMEIDA, CLEBER GONZALES DE OLIVEIRA, RAUL QUEIROZ FEITOSA

Resumo


 

O objetivo desta pesquisa foi desenvolver uma metodologia semi-automatizada de mapeamento de unidades de relevo, que utiliza análise orientada a objeto (AOO). A área de estudo é o município de São José dos Campos (SP). Com esse intuito, utilizou-se uma rede semântica hierárquica multinível para representação do conhecimento do especialista/geomorfólogo, além de lógica nebulosa e um conjunto de variáveis multiespectrais, geomorfométricas e texturais. As variáveis geomorfométricas e texturais foram derivadas de MDE obtido de imagens estereoscópicas do sensor ASTER/Terra. A acurácia altimétrica desse MDE foi avaliada. A validação do mapa de unidades de relevo foi realizada, considerando os objetos (ou segmentos) por meio de estatísticas derivadas de uma matriz de erros, obtida da comparação com um mapa de referência gerado a partir da interpretação visual das imagens estereoscópicas. Com base nos resultados obtidos, concluiu-se que AOO é uma metodologia viável para a semi-automação de procedimentos relacionados ao mapeamento de unidades de relevo.


Palavras-chave


Geomorfologia; Sensoriamento Remoto; Processamento digital de imagens; Segmentação multiresolução; Redes semânticas; Lógica nebulosa.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Boletim de Ciências Geodésicas. ISSN: 1982-2170