ANÁLISE ORIENTADA A OBJETO NO MAPEAMENTO DE ÁREAS URBANAS COM IMAGENS LANDSAT

CLAUDIA DURAND ALVES, MADALENA NIERO PEREIRA, TERESA GALLOTTI FLORENZANO, ÍRIS DE MARCELHAS SOUZA

Resumo


Este estudo tem como objetivo o desenvolvimento de uma metodologia para a classificação automática de áreas urbanas contínuas e dispersas que caracterizam a urbanização dispersa, de regiões do Estado de São Paulo com altos índices de
urbanização. Busca-se desenvolver uma  metodologia que permita repetir o procedimento em outras regiões do país, com o aumento da exatidão do mapeamento, assim como com a redução do tempo e a subjetividade. Para este fim utilizou-se a classificação Orientada a Objeto em imagens LANDSAT do município de São José dos Campos, relativas a 1985 e 1999. Este procedimento consiste na segmentação multiresolução das imagens e na classificação baseada na lógica fuzzy. Considerando a resolução espacial das imagens utilizadas e o tipo de relevo da área de estudo, a classificação orientada  a objeto teve um bom desempenho no mapeamento de áreas urbanas. Os resultados obtidos mostram que a metodologia
desenvolvida pode ser replicada em outras áreas urbanas.

Palavras-chave


Análise orientada a objeto; Áreas urbanas; Sensoriamento Remoto

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Boletim de Ciências Geodésicas. ISSN: 1982-2170