Extensão universitária no enfrentamento da COVID-19: a Universidade e o (re)configurar de projetos e ações

Rogério Zanon da Silveira, Marcelo Calderari Miguel, Maria Lúcia Kopernick Del Maestro

Resumo


Introdução: a extensão universitária funciona com a comunicação de conhecimento. Nessa esfera está a questão de como aprender, empreender e conectar o conhecimento produzido diante das novas ou tradicionais interações que unem o ensino, as tecnologias da informação e a pesquisa universitária. Problema de pesquisa: quais são as ações extensionistas que a pandemia provoca na Universidade? Objetivo de pesquisa: identificar e analisar ações e projetos de enfrentamento à pandemia, exercendo atividade extensionista ao desenvolvimento da Responsabilidade Social Universitária, em uma universidade pública do estado do Espírito Santo. Método: este estudo, cujo acervo bibliográfico documental desempenha autoridade necessária para a exposição do trabalho, tem cunho exploratório, descritivo, de corte transversal e se apoia em uma abordagem qualitativa de pesquisa. A extensão da Universidade Federal do Espírito Santo apresenta análise de conteúdo que situa as ações e os serviços direcionados à sociedade – essa categorização atua para delinear ações e projetos que têm como eixo central o Sars-Cov-2. Resultados: evidencia a estruturação de programas e projetos de extensão com a finalidade de preparar o agir social. Conclusão: sugere o avanço da temática de enfrentamento ao surto da doença, causada pelo novo coronavírus, aproximando o desenvolvimento da responsabilidade social universitária de ações possíveis e viáveis à área da ciência da informação.


Palavras-chave


Ciência da Informação; Responsabilidade Social; Inclusão Social; Extensão Universitária.

Texto completo:

PDF

Referências


Bardin, L. (2010). Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70.

Bignetti, L. P. (2011). As inovações sociais: uma incursão por ideias, tendências e focos de pesquisa. Ciências Sociais Unisinos, 47(1), 3-14. doi: https://doi.org/10.4013/1040

Chauí, M. (2001). Escritos sobre a Universidade. São Paulo. Ed. Unespe.

Costa, R., & Miguel, M. (2019). Informação, memória institucional e produção acadêmica: o legado da Ufes na Web of Science (2009-2018). Revista de Gestão e Avaliação Educacional, 1(1), 1-17. doi: https://doi.org/10.5902/2318133839273

Cristofoletti, E. C., & Serafim, M. P. (2020). Dimensões metodológicas e analíticas da extensão universitária. Educação & Realidade, 45(1). doi: http://dx.doi.org/10.1590/2175-623690670

Dias Sobrinho, J. (2015). Universidade fraturada: reflexões sobre conhecimento e responsabilidade social. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, 20(3), 581-601. doi: https://doi.org/10.1590/S1414-40772015000300002

Elliott, G. (2013). Character and impact of social innovation in higher education. International Journal of Continuing Education and Lifelong Learning, 5(2), 71-84. Recuperado de https://eprints.worc.ac.uk/2187/

Felipe, A. A. C., & Gomes, J. F. (2014). A parceria entre Ciência da Informação e responsabilidade social universitária para fins de inclusão social. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, 12(1), 147-163. doi: 10.20396/rdbci.v12i1.1622

Freire, P. (1985). The politics of education, culture, power, and liberation. Nova Iorque: Bergin & Garvey.

Gadotti, M. (2017). Extensão universitária: para quê?. Instituto Paulo Freire, São Paulo. Recuperado de http://www.paulofreire.org/noticias/557-extensao-universitaria-para-que

Gattai, S., & Bernardes, M. A. (2013). Papel e responsabilidades da Universidade no processo socioeducativo presente em Movimentos de Economia Solidária. Revista de Administração Mackenzie, 14(6), 50-81. Recuperado de https://www.scielo.br/pdf/ram/v14n6/04.pdf

Gomez, S. da R. M., Corte, M. G. D., & Rosso, G. P. (2019). A Reforma de Córdoba e a educação superior. Revista Internacional de Educação Superior, 5. Recuperado de https://doi.org/10.20396/riesup.v5i0.8653655

Guareschi, P. A. (2008). Ética e relações sociais entre o existente e o possível. In Jacques, M. G. C. et al. Relações sociais e ética. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, pp. 6-11. Recuperado de http://books.scielo.org/id/6j3gx/pdf/jacques-9788599662892-03.pdf

Jambeiro, O. (1999). A obrigação de interagir: universidade, empresa, governo. In Integração Universidade e Empresa II. Brasília: Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, pp. 40-51.

Lacan, J. (1966). La science et la vérité & Intervention sur le transfert, in Écrits. Paris: Seuil.

Maciel, E. L. N., Melo, D. C. F., Delcarro, J. C. S., Robaina, I. M. M., Jabor, P. M., Goncalves Junior, E., & Zandonade, E. (no prelo). Pessoas com deficiência e covid-19 no estado do Espírito Santo: entre a invisibilidade e a falta de políticas públicas. SciELO Preprints Collection. doi: https://doi.org/10.1590/SciELOPreprints.1540

Madruga, S. W. (2020). Editorial. Expressa Extensão: Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, 25(2). doi: https://doi.org/10.15210/EE.V25I2.18671

Oliveira, C. V. N. C., Tosta, M. C. R., & Freitas, R. R. (2020). Curricularization of university extension: a bibliometric analysis. Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE, 6(2), 114-127. Recuperado de https://periodicos.ufes.br/bjpe/article/view/30835

Programa de Pós-Graduação em Política Social da Ufes. (2020). Ações de proteção à primeira infância ante o covid-19. Portal covid-19 - nota dos pesquisadores em política social da Ufes. Recuperado de http://www.politicasocial.ufes.br/pt-br/conteudo/covid-19-nota-dos-pesquisadores-em-politica-social-da-ufes

Pró-Reitoria de Extensão. (2020a). Ações de Extensão da UFES no enfrentamento à pandemia de covid-19. Ufes: ProEx, Vitória. Recuperado de

https://proex.ufes.br/conteudo/acoes-de-extensao-da-ufes-no-enfrentamento-pandemia-de-covid-19#:~:text=Al%C3%A9m%20de%20integrar%20a%20Rede,educa%C3%A7%C3%A3o%20cient%C3%ADfica%2C%20cultura%20e%20arte

Pró-Reitoria de Extensão. (2020b). Solidariedade Digital. Ufes: ProEx, Vitória. Recuperado de http://proex.Ufes.br/solidariedade-digital

Rede Nacional de Extensão. (2020). Ações de Extensão da Ufes no enfrentamento à pandemia de covid-19. Belo Horizonte, Renex 09 de abril de 2020. Recuperado de https://www.ufmg.br/proex/renex/index.php/renex/202-acoes-de-extensao-da- Ufes-no-enfrentamento-a-pandemia-de-covid-19

Rosa, G. A. da, & Trevisan, A. L. (2016). Filosofia da tecnologia e educação: conservação ou crítica inovadora da modernidade?. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, 21(3), 719-738. doi: https://dx.doi.org/10.1590/S1414-40772016000300004

Sales, C. M. M., Silva, A. I. da, & Maciel, E. L. N. (2020). Vigilância em saúde da covid-19 no Brasil: investigação de contatos pela atenção primária em saúde como estratégia de proteção comunitária. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 29(4). doi: http://dx.doi.org/10.5123/s1679-49742020000400011

Santos, B. S. (2004). A universidade no século XXI: para uma reforma democrática e emancipatória da universidade. São Paulo: Cortez Editora.

Silva, E. N. (2017). A responsabilidade social da biblioteconomia nas ações de extensão universitária. Ponto de Acesso, 12(1), 123-124. Recuperado de https://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/25357

Silva, L., & Deboçã, L. (2018). Avaliando as práticas extensionistas na Universidade Federal de Viçosa – Campus Rio Paranaíba: das diretrizes do FORPROEX às percepções de atores envolvidos. Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, 11(1). doi: https://doi.org/10.5007/1983-4535.2018v11n1p116

Soares, M. & Severino, A. J. (2018). A prática da pesquisa no ensino superior: conhecimento pertencente na formação humana. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas), 23(2). doi: https://doi.org/10.1590/s1414-40772018000200006

Thiry-Cherques, H. R. (2003). Responsabilidade moral e identidade empresarial. Revista de Administração Contemporânea, 7(esp), 31-50. Recuperado de https://www.scielo.br/pdf/rac/v7nspe/v7nespa03.pdf

Tosta, K. C. B. T., Spanhol, F. J., & Tosta, H. T. (2016). Conhecimento, universidade e inovação: como se relacionam na geração de inovação baseada em conhecimento. Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, 9(3), 245-268. doi: https://doi.org/10.5007/1983-4535.2016v9n3p245

Universidade Federal do Espírito Santo (2020). Pesquisadores da pós-graduação em Política Social elaboram propostas para período de pandemia. Portal coronavírus, Vitória. Recuperado de http://portal.ufes.br/conteudo/pesquisadores-de-pos-graduacao-em-politica-social-elaboram-propostas-para-periodo-de

Visotsky, J. (2020). La perspectiva de derechos de los pueblos, la perspectiva interseccional y la integralidad de las prácticas, como ejes para la formación de grado y postgrado en las universidades. Praxis Educativa, 24(1), 1-15. doi: https://dx.doi.org/10.19137/praxiseducativa-2020-240107




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/atoz.v10i1.76152

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Serviços de indexação e agregadores

Web of Science
Directory of Open Access Journals
Sumários.org: sumários de revistas brasileiras
Google Acadêmico
LivRe! Portal para periódicos de livre acesso na Internet
InfoBCI
Latindex Catálogo
Bielefeld Academic Search Engine
INFOBILA: Información Bibliotecológica Latinoamericana
REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Brapci (Base de Dados Referencial de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação Brapci (Base de Dados Referencial de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação

Universidade Federal do Paraná
Mestrado e Doutorado Interdisciplinar em Gestão da Informação
ISSN: 2237-826X
Qualis (2013-2016):
B2 - Comunicação e Informação
B4 - Planejamento Urbano e Regional/Demografia; Saúde Coletiva; Interdisciplinar
B5 - Arquitetura, Urbanismo e Design; Engenharias III
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
Esta obra foi licenciada sob uma Licença
Creative Commons Atribuição 4.0 Não Adaptada