CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA DO COGUMELO AGARICUS BLASEI MURRIL

Cristiane Schüler MONTEIRO, Vanessa KALLUF, Patrícia Teixeira P. S. PENTEADO, Nina WASZCZYNSKYJ, Renato João Sossela de FREITAS, Sônia Cachoeira STERTZ

Resumo



Os cogumelos comestíveis apresentam importantes propriedades nutricionais e funcionais. O Agaricus blasei Murril, oriundo da cidade de Pilar, São Paulo, tem despertado estudos nas diversas áreas, sendo importante a determinação de sua composição química na forma mais comercializada, desidratada, e de acordo com metodologia da Association of Official Analytical Chemists (AOAC). Os resultados em base seca foram comparados com dados obtidos junto a produtores e na literatura. O Agaricus blasei Murril apresentou alto teor de proteína (31,34%), Fe (6,03 mg/100g), zinco (10,58 mg/100g), cobre (4,23 mg/100g), potássio (2,16 g/100g) e fósforo (0,56 g/100g), todos de grande importância orgânica, sendo considerados nutrientes essenciais para a saúde humana. Apresentou ainda alto teor de fibras alimentares (20,59%), responsáveis pela promoção de efeitos fisiológicos benéficos, tais como laxação e/ou atenuação do colesterol sangüíneo e/ou atenuação da glicose sangüínea. Os altos valores de proteínas e fibras alimentares encontrados, por si só, já seriam um subsídio para justificar sua inclusão na dieta alimentar.

Palavras-chave: Controle de Qualidade; Cogumelo do Sol; Fibra Alimentar.


Palavras-chave


Controle de Qualidade; Cogumelo do Sol; Fibra Alimentar; Quality Control; Sum Mushroom; Dietary Fiber.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/acd.v6i1.581