Open Journal Systems

INVESTIGATION OF THE HEMATURIA ORIGIN IN THE URINARY SEDIMENTOSCOPY BASED ON THE ERYTHROCYTE MORFOLOGY.

Fernanda dos SANTOS, Renato I. D. FONSECA

Resumo


Literalmente, hematúria é definida como a eliminação de um número anormal de hemácias na urina e, por sua complexidade, apresenta diversas propostas de classificação. Quanto à localização a hematúria pode ser glomerular, de origem nefrológica, ou pós-glomerular, quando o foco do sangramento pode ser em qualquer outro ponto do aparelho urinário. Inúmeras são as causas de hematúria e sua presença é frequente nos diagnósticos clínicos. O objetivo deste trabalho é enfatizar a importância da urinálise, destacando a análise morfológica dos eritrócitos no sedimento urinário e correlacioná-la com a presença de cilindrúria e análises bioquímicas séricas de uréia e creatinina. Nesta pesquisa foram analisadas vinte amostras, todas com diagnóstico laboratorial de hematúria, de pacientes internados nas dependências do Hospital São Camilo no município de Ponta Grossa - PR. Das amostras analisadas 5% apresentaram dismorfismo eritrocitário, do tipo acantócito, 15% apresentaram cilindros granulosos, leucocitários e hemáticos, em 45% os valores de creatinina estavam elevados e em 60% das amostras os valores de uréia estavam fora dos valores de referência. A imensa variabilidade de diagnósticos nos casos de hematúria certamente é o desafio clínico. Embora a literatura apresente critérios conflitantes na definição de hematúria glomerular e não-glomerular, o estudo morfológico dos eritrócitos pela análise do sedimento urinário, na investigação da causa do sangramento, é bem recomendado por vários autores, sendo este utilizado como avaliação fundamental no diagnóstico clínico-laboratorial do paciente com hematúria de origem desconhecida. 


Palavras-chave


hematúria, dismorfismo eritrocitário, uréia, creatinina, cilindrúria.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/acd.v14i4.32832