Open Journal Systems

EVALUATION OF THE INTERFERENCE OF EDTA IN THE BLOOD COUNT RELATED TO DIFFERENT CONCENTRATIONS BLOOD/ANTICOAGULANT

Loana LUDTKE, Janaina A. R. A. CORREA, Silvia C. Q. OLIVEIRA, Railson HENNEBERG, Aguinaldo J. NASCIMENTO, Henrique R. FRIGERI, Paulo Henrique SILVA

Resumo


Quanto maior a sofisticação tecnológica dos contadores hematológicos, maior é a exigência da fase pré-analítica. Uma das principais variáveis da fase pré-analítica que interfere no resultado do hemograma é a relação sangue/anticoagulante. A literatura relata que ocorrem alterações significativas caso haja distorção desta relação. O estudo teve como objetivo avaliar se existe alteração no hemograma quando há um excesso de anticoagulante utilizando o aparelho Cell Dyn Ruby. Foram analisadas 50 amostras de sangue de pacientes atendidos pelo Laboratório de Análises Clínicas do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba – PR. Foram coletados de cada paciente 4 tubos nos quais foram colocados  1, 2, 3 e 4 mL de sangue. O anticoagulante utilizado foi o EDTA K3. O tubo que recebeu 4 mL de sangue obedece à relação sangue/anticoagulante ideal, nos demais frascos (1, 2 e 3mL) havia excesso de anticoagulante. O tempo entre a coleta e a análise das amostras não foi superior a 30 minutos. A análise estatística demonstrou que não existe diferença significativa entre os quatro tubos nas diferentes concentrações sangue/anticoagulante quando o contador automatizado utilizado é o Cell Dyn Ruby.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/acd.v14i2.31520